press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/3

José Diogo Bastos Neto

Graduado em 1983 pela Universidade Estácio de Sá.

Especialista em contencioso cível, com foco em Direito Empresarial. Graduado em 1983 pela Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, obteve o título de especialista em direito empresarial em 1985 pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Iniciou a carreira em um pequeno escritório fullservice em que a proximidade com o titular proporcionou-lhe a oportunidade de conhecer amplamente o ofício, para em seguida passar por departamentos jurídicos de grandes empresas multinacionais – SOEICOM Indústria de Cimento S.A. (Grupo Champalimaud) e Fio e Cabos Plásticos do Brasil S.A. (Grupo Erickson), no Rio de Janeiro. Transferindo-se para São Paulo, trabalhou no escritório Felsberg e Associados, de onde saiu para a fundação de Chiaparini e Bastos Advogados, em 1987.

Foi presidente da AASP – Associação dos Advogados de São Paulo em 2005, dando mostras de que o exercício bem-sucedido da profissão de advogado não impede – antes impulsiona – a luta pelos interesses de toda a categoria dos advogados. Do discurso proferido por ocasião de sua são extraídas palavras definidoras de sua concepção de advocacia: “Estando numa casa de advogados, não posso deixar de recordar meu início de carreira, tendo como memória viva a primeira vez que tive acesso a um processo.Vi, então, que ali se contava uma história real, pessoas de carne e osso expondo suas razões, estabelecendo uma disputa cujo resultado certamente afetaria suas vidas.

 

Entendi a razão que faz alguns afirmarem que processo tem voz, cheiro e alma.Percebi não só a dimensão da responsabilidade do advogado perante seu cliente, como o alcance social de sua militância, pois sem ela os conflitos não se dissolveriam, obstaculizando a paz social desejada por todos os cidadãos. Tive certeza, então, que da advocacia não largaria mais, decisão cada vez mais presente em minha vida, pois a profissão me deu maturidade e autorrespeito. Nela aprendi a ganhar e perder como exercício cotidiano, cheguei mais perto dos sentimentos humanos.” É nessa linha participativa e combativa que além de atuar nos órgãos de classe, manifesta-se na imprensa especializada, assinando artigos opinativos e discutindo temas da pauta diária. Certo de que ao advogado, como cidadão, também cabe trabalhar pela coletividade, é conselheiro da APAE-SP.



josediogo@cba.adv.br